Enrabada Pelo Porteiro

Meu nome e Natália, hoje tenho 20 anos, sou branca, olhos claros, cabelos castanhos e um corpo muito bonito, alem do bumbum bem arrebitadinho. o fato que vou contar aconteceu quando eu tinha quase 16 anos e marcou muito a minha vida.Moro em campinas com minha irmã e meu cunhado e minha sobrinha que era bebezinho. pois vim do nordeste para cuidar dela , para que minha irmã e meu cunhado pudesse trabalhar.Meu cunhado trabalhava em uma grande empresa aqui da região e só trabalhava a noite.

Enrabada Pelo Porteiro

E como minha irmã era enfermeira também preferiu trabalhar a noite por causa do marido. Assim poderia ficar junto dele durante o dia .Então , eu teria que estudar de manhã, pois a noite eu teria que cuidar da minha sobrinha. Bom ,nós morava- mos em um prédio muito simples , no centro da cidade, onde morava só pessoas de idade, pois os aps era pequenos. tinha um porteiro de dia e outro a noite e de domingo não tinha ninguém. Como minha sobrinha dormia bem cedo, eu fazia tudo o que tinha que fazer em casa, assistia minha novela e não tinha nada pra fazer, pois minha irmã nem computador tinha. Eu com 16 anos e ainda virgem , só havia tido um namoradinho, más, nao passou de uns beijinhos meio sem graça, pois ele era muito timido. Em noite desci para levar o lixo e fiquei converssando um pouco com o porteiro. Eu ainda não havia falado com êle alem de dizer boa noite. Bem, não vou falar o nome dele, apenas vou chamar de porteiro. Ele era um senhor com 50 anos mais ou menos, e super simpatico. Me perguntou se eu estava gostando de morar aqui, respondi que sim, apesar de nao ter nada pra fazer e que nao conseguia dormir cedo.E disse que estava sentindo falta de um computador pra passar a hora. fiquei surpresa, quando ele me falou que tinha um notbuke na guarita e se eu quizesse poderia usar. disse que gostaria, mas, tinha medo que a menina acordasse. ele pegou o notbuke e falou pra eu levar para o ap. e usasse a vontade.Nossa, foi otimo, fiquei horas no computador e ja era 3 horas da manhã quando eu desci para levar o notbuke ao porteiro. Agradeci pela gentilesa dele e ele disse que me disse que poderia contar com ele pra tudo que precisar. Na noite seguinte, so foi minha irmã e meu cunhado sair p/ trabalhar eu desci com minha sobrinha na portaria e o porteiro estava sozinho la na guarita . fui dizer boa noite p/ ele e ele sorridente começou a brincar com minha sobrinha e disse que ela era linda igual a tia. fiquei vermelha de vergonha, ai ele me perguntou se eu tinha namorado. eu disse que nao, que estava sozinha no momento. Ai ele olhou nos meus olhos e disse que eu era uma Deusa e que deixava qualquer homen maluco. Ai eu fiz de conta que nem houvi, e disse que iria fazer a nene dormir. Subi, pensando no que o porteiro falou e confesso que gostei de ouvir aquilo. fiz a nene dormir, vi minha novela, tomei um banho e me vesti bem do jeito que o diabo gosta, uma mine blusa que so cobria os peitos e uma sainha preta bem curtinha e desci ate a portaria esperando que o porteiro me oferecesse o notbuke. Como ja era quase 23 horas o predio estava silencioso e o porteiro via televisão. Cheguei e ele sorriu, ai ele disse, nossa ,menina o que que e isso. eu disse isso o que . ele falou vç quer matar o veio menina. vç e muito gostosa menina, da uma voltinha pra eu te ver. Eu com a cara vermelha de vergonha , nao sabia o que fazia e ele aproveitado da situação me disse vem aqui me da um abraço e sem dizer mais nada ele me abraçou bem forte e me disse que meu perfume era muito gostoso. ele me pegou pela mão e me levou ate o salão de festa que ficava ao lado da portaria. me escostou em uma mesa grande que tinha la e me abraçou de novo e sem que eu esperasse ele me beijou a boca, assustada e sem reação ele continuou a me beijar, senti seu pau duro encostanto em mim e eu nao tinha forças para reagir. derrepente ele me senta na mesa e coloca seu corpo entre minhas pernas e sua boca devorando a minha, derrepente ele tira minha blusa e começa a chupar meus seios. ele nao falava nada apenas agia. me deitou na mesa com as pernas dependuradas puxou minha calcinha ate os pes e começou a passar a lingua na minha bucetinha virgem, nossa que delicia, nem sei quantas vezes eu gozei na boca dele. ai ele me desceu da mesa ,tirou seu pau pra fora da calça e pediu que eu chupasse. eu disse que nunca tinha feito isso e que tinha vergonha. ele me sentou em uma cadeira e pos seu pau na minha boca e me fez chupar. o pau era muito grande e estava muito duro, senti dificudade no começo ,mas, depois chupei pra valer, ate que ele segurou minha cabeça e gozou dentro da minha boca me fazendo engolir tudo. nossa foi demais. aquele veio porteiro acabou comigo de tanto gozar. ai ele pediu pra eu ir ver se minha sobrinha estava dormindo e pediu pra vol depois. esta e outra histori que continuarei a contar. beijos Natalia