Uma Donzela Evangélica

Esta é uma das primeiras sacanagens que fiz, foi a uns 19 anos atrás,ainda não tinha experiência, mas depois descobri o fogo que uma evangélica guarda no meio das pernas….sabe do que estou falando, não?

Uma Donzela Evangélica

Fiz isso numa confraternização em Curitiba….no meio do culto. Fiquei em pé de uma noivinha, com vestidinho bem solto, e o corninho abraçado a ela; estava muito cheio e onde estávamos tinha um telão e estava escuro, comecei a encochá-la, e ela deu uma olhadinha pra trás e me olhou bem nos olhos e vez de conta que não era nada, aí eu continuei…. discretamente levantei o vestidinho e passei a mão na bundinha, ela estava com uma calcinha minúscula e toda enfiada na bundinha….puxei até que coloquei ela de ladinho para eu poder brincar…. A safadinha abriu as perninhas e eu comecei a esfregar o sexo, mas quado tentei enfiar o dedo vi que não deu e ela fechou as perninhas e me olhou com cara de braba para trás, entendi que tinha na minha mão uma donzelinha….fiz que sim com a cabeça e ela voltou a abrir as perninhas, esfreguei a vontade a periquita dela, até que fechou as perninhas com minha mão no meio e meu dedo no clítoris e senti que estremeceu….

O culto já estava terminando e eu escrevi o meu celular num papel, mostrei pra ela, e coloquei dentro da calcinha dela e arrumei novamente…

Na madrugada ela me ligou e disse que queria falar comigo, mas tinha medo..

.

Convenci e ela, veio me encontrar, mas falei que queria ela como uma putinha, ela fez um charme mas aceitou…

Fiz usar um sapato preto de salto alto, meia 78 vermelha, tanga vermelha, e a sainha que ela estava que era preta, mal cobria a meia…e uma blusa de seda vermelha sem sutiã… Nossa era a putinha perfeita….

Levei ela a um motel e comi aquela noivinha de todas as formas…seu hímen foi de um jeito, que ela quase não sentiu dor de tanto tesão que ela estava…

Enfim, hoje ela é casada e continuo comendo-a, sou amigo do seu marido que também é músico, e através dela, já tirei acho que uns 20 himens…fora suas amigas casadas que é difícil o mês que uma não leva ferro…

Sempre da mesma forma….quando ela me vê na igreja, convida uma irmãzinha que ela já seduziu em conversas, e sabe que não vê a hora de levar ferro, ou seja com conversas picantes torna as irmãzinhas taradas…., e convida para ir na sua casa depois do culto, que ela e o marido leva em casa e coisa e tal, só que eu também sou convidado, como se fosse por acaso, e na hora de ir embora, ela pergunta se eu não me importo de levar a irmãzinha embora. Claro que aceito, e ela dá um jeitinho de longe de mim e do corninho dela, atiçar a menina e perguntar se ela não quer levar ferro, e com isso ela já me canta a bola e diz se tenho que pegar pesado ou jé está no papo….

Várias amigas casadas dela já foram traçadas assim…mas isso eu conto outra hora….

Sei ser malvado, safado, mas nunca perco a sensibilidade de entender os desejos profundos de uma mulher, seja ela uma menina donzela, noiva, ou uma jovem casada e fiel ao maridinho…trato-as de tal forma que não me esquecem jamais, e dificilmente o marido consegue lhes proporcionar o prazer e o tesão que tiveram. Aí eu sou procurado…

Por isso me sinto , malvado, entende?